Manual dos cortes bovinos: conheça as características de cada

2017-07-cronograma-blog01

A carne bovina é a mais consumida no Brasil. Apesar de estar no gosto do consumidor, poucos sabem diferenciar os tipos de cortes e seus aspectos particulares. Pensando nisso, a Comesul Beef separou um guia com os tipos de cortes e suas características. Confira:

 

1 – Pescoço: é um corte constituído de fibras musculares, tecido conjuntivo e gordura. A carne de pescoço é considerada de terceira e tem um tempo de cozimento mais demorado.

 

2 – Acém: é um corte mais magro, considerado carne de segunda. Ele é muito utilizado em refogados, assados e cozidos, além de moída ou em bifes.

 

3 – Peito (sem ou com osso): é um corte com uma grande quantidade de fibras e músculos. É considerada uma carne de segunda e tem um tempo de cozimento demorado.

 

4 – Paleta: é um corte suculento e macio. Ele é muito utilizado em picadinhos, assados de panela e cozidos.

 

5 – Fraldinha: é um corte pequeno, suculento e macio, muito utilizado em churrascos. A fraldinha é composta por fibras, nervos e gordura.

 

6 – Ponta de agulha: é um corte localizado nas últimas costelas do boi. A ponta de agulha pode ser consumida inteira, em pedaços ou moída e tem um tempo de cozimento demorado.

 

7 – Filé mignon: é um corte nobre, macio e suculento. É ideal para bifes altos e mal passados.

 

8 – Filé de Costela: é um corte muito usado em refogados e cozidos de panela. Ela é considerada uma carne de segunda e seu tempo de cozimento é demorado.

 

9 – Contra filé: é um corte recomendado para assados e bife. Ele é considerado uma carne e contém uma espessa camada de gordura na parte externa.

 

10 – Capa de filé: é um corte com uma grande quantidade de nervos. A capa de filé é considerada uma carne de segunda e é muito utilizada em assados, ensopados e refogados.

 

11 – Alcatra: é um corte constituído de fibras macias e extremamente saboroso. Ele é um dos cortes bovinos mais versáteis e é considerado carne de primeira. A alcatra inteira mede aproximadamente 80 cm e, a partir dela, são retirados outros tipos de cortes, como maminha e picanha. Também é um corte muito utilizado em churrascos.

 

12 – é um corte com fibras macias, muito usado no preparo de bifes, cozidos e picadinhos. É considerado carne de primeira.

 

13 – Coxão duro: é um corte com longas e rígidas fibras, além de gordura na parte externa. Ele é muito utilizado no preparo de carnes recheadas, cozidos e assados. Seu tempo de cozimento é demorado.

 

14 – Coxão mole: é um corte constituído de fibras curtas e macias, com nervos e gordura. Ele é muito utilizado em ensopados, assados, picadinhos e enrolados.

 

15 – Lagarto: é um corte em formato arredondado com fibra longas e magras. Ele é considerado carne primeira.

 

16 – Músculo dianteiro: é um corte com massas musculares sobrepostas. Ele é utilizado em caldos de carne, carne de panela e sopas.

 

17 – Músculo traseiro: é um corte considerado carne de segunda.

 

18 – Aba do filé: é um corte extremamente enervado. Ele é consumido como carne moída.

 

19 – Maminha da alcatra: é um corte macio e suculento. Ele é muito consumido com molhos.

 

20 – Picanha: é um corte extremamente macio, saboroso e suculento. Considerada uma das carnes mais famosas nas churrascarias, é servida inteira ou em bifes.

 

21 – Cupim: é um corte macio e suculento com bastante gordura. Ele é muito usado em churrascos e seu tempo de cozimento é demorado.